domingo, 12 de setembro de 2010



Eu percebi que estava tão feliz que senti que não precisava de muita coisa. Já não me importava com minha rotina, não me importava mais com o resto das pessoas e suas palavras amargas, não me importava mais com o mundo que insistia em girar e continuar com seu movimento rápido. Sabia que estava bem. Sabia que o pouco, que olhando daqui de dentro é muito, me bastava.

Amor é assim feito de bons sentimentos, bons sonhos, bons bater de coração. Faz com que eu queira mais e mais e assim aos pouquinhos, preencher todos os espaços que antes pareciam vazios. Vai ver felicidade é isso, esse eterno não se importar, esse egoísmo bonito, essa música alta que não nos deixa ouvir o resto, esse fechar de olhos que não nos deixa ver o feio e cru da vida, um chapéu de praia que não me permite esquentar a cabeça com o chato.

22 comentários:

Lets disse...

é por isso que dizem que a felicidade tá dentro da gente.
Basta a gente ver tudo de um outro angulo =)
Que bom que vc tá mais otimista. Tava torcendo pra um texto desses aparecer aqui.

BjoO lindona!
Lets

LUZIA disse...

Lindo texto!!

Felicidade é saber dar valor as coisas simples da vida e que realmente fazem toda a diferença. É saber dar valor as coisas boas, e não dar muito espaço as coisas ruins e que nos incomodam...

Beijoo

shaaa disse...

felicicdade é um punhado de coisas boas!!!


adorei o texto.

beeijo

Allan disse...

Nara eu já pensei nisso, claro que não com uma definição tão perfeita quanto a sua! eu tenho certeza que felicidade é exatamente isso o eterno de não se importar...
amei o post =D concordo com tudo isso

Luna Sanchez disse...

Também acho que é isso, Naretche, principalmente a parte do "egoísmo bonito".

Olha só : eu programei um post lá para o Palavras e entrou outro no lugar...e foi nesse, no que não deveria ter entrado, que tu comentou. Como é uma sequência, o salvei de volta nos rascunhos.

Só estou explicando porque tu poderia passar por lá e estranhar teu comentários ter sumido.

Beijo, beijo.

ℓυηα

Eraldo Paulino disse...

Mas é claro que é assim...

E se és superticiosa, proteja-te contra olho-gordo, porque se souberes como é difícil a coisa encaixar assim...

Eraldo Paulino disse...

(ia esquecendo)

Bjs!

Karla Gisele disse...

Oi Nara!

Que post lindo! Sensível, sincero, emocionante. Parabéns, amei!

Beijosss


www.universoparticular.net

Déia disse...

Que lindo Narete!!
Inspiradíssima, heim??

Pro amor acontecer, basta vivê-lo por inteiro e deixar rolar..

bj

Rebeca Amaral disse...

essa cortina de sonhos e, infelizmente, de ilusões, é o que torna o amor bonito de se viver. e você o sente com plenitude.
lindo, lindo, lindo!

beijos!

Menina Misteriosa disse...

É essa simplicidade gostosa do sentir e se permitir, Narinha!
Muito bom te ler, traz sempre uma energia tão boa! =)

Beijo

MeninaMisteriosa

Andréa Silveira disse...

esses dias eu tb pensei sobre oq seria de fato a felicidade, e acho q nao é um ideal a ser perseguido como mtas pessoas falam por aí, é simplesmente relaxar, não levando as coisas tao a serio, aceitando as coisas q fazem parte da vida, e acho q é um pouco do nao se importar tb, como vc falou.. é isso.

bjs nara e um otimo fds!

Allan disse...

Nara, selinho e meme pra você no blog, dá uma passada lá: http://allanpenteado.blogspot.com/2010/09/meme-e-selo-de-ouro.html

bjo

• déia musso • disse...

Ah!
O resto das pessoas e suas palavras amargas...Sei bem como é isso!
Quando estamos felizes sempre existe aquela pessoa que quer fazer parecer viver felicidade maior, como se a vida fosse competição, destilando o veneno e provando seu desconforto ao ver nossa alegria com sarcasmo, deixando assim bem claro que a intenção é mesmo, pelo menos tentar, nos ofender. Recurso esse que considero o último das pessoas fracas.
Mas a prática da nossa indiferença e do nosso eterno não se importar como vc mesma brilhantemente citou é a prova que independente de fatores externos e dos rótulos a felicidade está na nossa maneira de viver, na nossa essência. E isso ninguém pode mudar.

Lindo domingo!
Texto inspirador!!!!
Me empolguei...rs

bzo bzoo lindona
obrigada pela visitinha no meu blog vip =D

Juliana Oliveira disse...

Amour, que lindo! Amei o que escreveu. Me distraiu tanto. Tava precisando muito. Bjuuus

Julia disse...

"um chapéu de praia que não me permite esquentar a cabeça com o chato."
Gostei muito do seu jeito de escrever!
Vou te seguir! Passa no meu blog quando der?
Òtima semana pra você ;*

Sônia Silvino disse...

Felicidade é valorizar o que se tem! É saber sonhar para conseguir o que se quer! É por as mãos na massa para realizar os sonhos e ser mais feliz ainda!
Beijinhos, minha lindona!

***MissUniversoPróprio*** disse...

Sim, flor. Felicidade é isso mesmo. É viver bem, mesmo sabendo que no mundo há uma infinidade de coisas que não são tão boas assim.

E sobre sua pergunta lá no blog, a resposta, a meu ver, também é sim, flor. É apenas uma fase, um período (absolutamente necessário e natural), no qual a gente muda e quer mudar, a todo momento. Faz parte do processo de amadurecimento, faz parte da vida. ;) Não se preocupe.

Beijos, flor. Saudades de vc.

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

Erica Vittorazzi disse...

O amor e a felicidade são colírios realmente. Tudo fica lindo, até dias cinzentos...


beijos

Juliana Oliveira disse...

Esse seu texto ficou perfeito demais. Obrigada pelo apoio, é muito bom contar com outros tbm bons blogueiros. Bjuuus

Sika disse...

Acho que estou assim hoje.
Lindo post, lindo texto, lindas palavras.
Me confortaram hoje. Nesse domingo carregado de sentimentalismo.

Beijos Nara!

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.