segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Quem canta seus males espanta

Fico impressionada com essa gente que leva Karaokê a sério. Pra mim é apenas diversão e pura pagação de mico em conjunto.

Sábado eu fui a um restaurante japonês/chinês, lá é simplesmente o máximo, pague para entrar e se entupa de comida, do salmão à batata frita (todo lugar vende batata frita hoje em dia, acho incrível, vou plantar batata). E o melhor: Karaokê. Um montão de música pra você escolher, encher a cara de coragem e óleo de peroba, subir no palco e soltar a voz. Eu, traquinas que sou, me empolguei. O legal é que todo mundo se anima, canta junto, relembra bons tempos e passa vergonha. Uma alegria só.

Estranha é uma moça que segundo as más línguas todos os sábados fica por lá. A moça canta bem, escolhe músicas em inglês e joga na nossa cara a boa pronuncia. Mais estranho ainda é a solidão da mulher: vai sozinha, senta sozinha, canta sozinha. Em todas as rodadas ela estava lá, “mesa I, música tal”.

Eu estava criando um nojo dela, a mulher não me deixava cantar, fominha de microfone. Mas a vaca conseguiu amolecer meu coração, cantou músicas que eu adoro. A partir daí, meu lado Madre Tereza despertou e eu queria conversar, queria puxar uma cadeira e perguntar o porque de tanta solidão e independência. Pobre cantora de Karaokê... tsc tsc tsc

Eu sempre humilde cantando acompanhada, claro, eu admito que canto mal, mas tem gente neste mundo que não tem educação, nasce bonita e ainda canta encantadoramente bem as músicas da Shakira. Acho chato.

Sou do grupo da diversão, às vezes sem vergonha e cara de pau, faço tudo por sorrisos e boas fotos. Ainda mais quando tudo isso envolve comida.

5 comentários:

Luna Sanchez disse...

Rs

Eu canto em reuniões de família e de amigos, e canto apenas uma música ("Noite do Prazer" - Cláudio Zoli), pois só com essa atinjo uma pontuação não vergonhosa...ahahahahaha

Gente que canta bem estraga a brincadeira. Ritmo e afinação são coisas muito, muito sem graça.

Beijos, moça. Dois.

ℓυηα

Érica Verônica disse...

Cantar é uma das minhas paixões. Como vc disse: "quem canta seus males espanta".

Tá que eu nao sou asinadíssima, mas tenho ritmo e ate consigo atingir alguns tons de agudos e graves.

Mas o prazer de cantar, é ver alguém respirando música. E viajando naquilo que vc está cantando. Essa sensação é mágica!

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Boa semana

Doce beijo

Ava disse...

Ainda tento canto só embaixo do chuveiro...


Nem Karaokê, dá para encarar...rs


Espaço novo, gente nova...

Prazer em conhecer!


Beijos

Daniel Cabral disse...

Nossa meu sonho é ir num karaokê e cantar, Marisa, claro. Foi mals o atraso porque o sistema de atualizações falhou. Bjs

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.