sábado, 1 de agosto de 2009

Eu tento entender

Todo mundo que me conhece pelo menos um pouquinho-zinho-inho sabe que eu quero fazer psicologia. Alguns acham que é loucura, outros pensam que estou procurando a minha cura, outros simplesmente dizem sem pudor algum que serei pobre e morrerei de fome. Que seja. Acontece que eu quero entender nem que seja um bocadinho a mente humana. Essa coisa que usamos (pelo menos alguns) para pensar, o tal do cérebro. Esse trem move o mundo, você não acha?

É que eu fico curiosa. Assisto jornal: Fulano matou Beltrano por ciúmes, matou por 100 reais, matou por causa de um carrinho de cachorro quente, matou porque queria a herança da família. Mas gente, o que tem na cabeça desse Fulano? Eu tento entender, eu procuro (confesso que por meios superficiais) motivos, falto não dormir de tanta agonia, mas não entra na minha cabeça o que faz um ser humano resolver e achar que tem o direito de tirar a vida de alguém. Santa ignorância, meu Deus!

A gente tem umas idéias repentinas, uns saltos de loucura, um vem aqui que eu vou decidir isso agora. Às vezes não é bom não, dá merda com final de “já tava assim quando eu cheguei”.

Pessoas são engraçadas. Algumas idéias são estúpidas. Que tipo de gente quer se amarrar em um monte de balão sem destino certo? Sair voando por aí, criar asas de gás. Eu penso que se fosse bom ter asas iríamos nascer naturalmente com elas lindas e embutidas no nosso corpinho. Mas tem gente que acha que balão tem freio, que balão com um “shhh, fique quieto” vai parar de voar por aí. Eu tento entender, eu procuro motivos (e não precisa ser motivos profundos) e não me desce pela garganta uma idéia assim. É trágico, mas ficou cômico. É bom mesmo levar GPS nessas horas, será melhor ainda se você souber usar.

Tem gente sem noção demais, me assusta. Quer vestir calça mais apertada do que a bunda pede só pra se sentir melhor. Melhor? Passar o dia apertada sem ao menos conseguir respirar é bom? Masoquista. Mulher sem juízo que quer emagrecer e tranca a boca ferozmente só pra tentar se sentir magra e linda. Louca. Eu tento entender. Eu procuro encontrar motivos para ficar bonita sofrendo e não encontro. Eu gosto de comer, entende? E modéstia à parte e por motivos claros, eu sei que não preciso emagrecer, talvez engordar uns quilinhos seria bom, ganhar massa, ficar gostosinha.

Tem homem que acha o máximo ser machão, cuspir na calçada enquanto coça o saco e sair por aí pegando um monte de mulher. Literalmente pegando, ô raça que mais parece um polvo. Mão aqui, dedo ali, palma da mão mais embaixo. Eu tento entender a graça disso, procuro motivos para aceitar esse tipo de gente, mas não dá. Não passa pelo meu coração de menininha tal cafajestagem. Olha, homem que trai o piu piu cai.

Aí a menina acorda com 56 estrelinhas no rosto e me diz que o tatuador deu remedinho pra dormir. Tudo bem que o tatuador era um cara excêntrico, mas sair por aí fazendo excentricidade em forma de estrelinha no rosto dos outros parece assustador! Depois a tão estrelada confessou: “Fiz porque quis, mas fiquei com medo do meu pai e resolvi colocar a culpa no tatuador”. Tá, né? Sua maluca cheia de estrela. Já dá pra ganhar da bandeira do Brasil.

E é assim, a cada dia o jeito humano me surpreende. Às vezes pro bem, às vezes pro mal, aí depende, né? Vai que alguém decide me jogar pela janela (pro mal) ou então o Silvio Santos aparece na minha frente e faz uns 500 aviõezinhos de 100 reais ( pro bem).

5 comentários:

Del Lopes disse...

Aviõezinhos, Tatu...

Érica Verônica disse...

Amiga, tente entender minha cabecinha pra mim?

Luna Sanchez disse...

Nara,

Vim retribuir a visita e me deparo com teu jeito leve, simples e enfático de escrever. Adooorooo isso!

Acho que a Psicologia vai te ajudar a desenvolver recursos para entender a mente humana, mas não para aceitar as estranhices que te rodeiam. De qualquer forma, deve ser um curso maravilhoso.

Parabéns pelo blog, vou seguí-lo.

Dois beijos,

ℓυηα

.° celala disse...

Ai nara, morro de rir aki. A parte do gostosinha eu ri alto! Mas entao. td mudno sempre tem um palpite errado pra dar sobre a profissao da gnt, tem jeito nao. Vai fazer psicologia e entender o pq de td e dpois c tenta me explicar? pq eu juro q tbm queria entender umas coisas como as q vc citou! bjo

DryMartini disse...

hahaha Nossa, muito booom seu texto!! Parabéns!! por favor escreva sempre, repcisamos do seu desabafo, pois não conseguimos por nós mesmos!!! kakaka Abraço e parabéns mais 1 vez!

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.