quarta-feira, 8 de abril de 2009

Buracos?

Seja legal com eles

As pessoas não são legais. São duras, calculistas, egoístas, idiotas, grandes mágicos, atores, ilusionistas. E é assim desde o primeiro momento de vida. A corrida pelo espermatozóide mais rápido e esperto, a luta pela sobrevivência dentro da barriga da mãe, onde nem perguntamos a ela se quer ou não dividir boa parte da sua comida. Mas também não é um favor, creio que ninguém tenha pedido para nascer... As coisas apenas acontecem.
Você está lá no Paraíso com seus amiguinhos e a ave gigante te puxa pela fralda e te faz viver, e então, o que era cinza, se torna colorido, o que não tinha som, parece uma escola de samba. E chegamos ao mundo assim, sem pedir licença, sem avisos ou permissões, planejados ou não, desejados ou um pequeno acidente. Somos folgados.
Eu não sou legal. Que tipo de pessoa pode ser? Todos nós viemos do mesmo buraco. Na verdade eu sempre pensei que a vida é um grande buraco: Um buraco para os olhos, um buraco para ouvir, um para comer, entrada de ar e tem até o umbigo. Um furinho que não faz sentido algum. E o grande buraco final, o enigmático, o grande mistério da vida, apresento-lhes o buraco da morte.
O Grande Fim. Como alguém pode ser legal assim? Eu não sei como é o buraco final, ninguém nunca voltou para me contar (ainda bem), há quem diga que é apenas o último dos buracos, seria como dormir. Sem sentimentos maiores. Outros dizem que tem um túnel, e uma luz... Dica: SIGA A LUZ.
Hum, posso acreditar também que o fim é o começo. Uma nova fase, hora de se recuperar, reconhecer os erros, pagar as contas, uma nova vida, deve ser cheia de buracos também.
Sua existência pode ser um eterno tampa buracos. Feche os olhos para não ver, feche a boca para emagrecer, tente fechar a torneira dos sentimentos, às vezes pode ser um grande desperdício. Abra a torneira dos sentimentos, preencha o vazio. Deixe transbordar.
A vida pode não ser legal. Geralmente se você é legal com ela, ela será legal com você. Tem que plantar nos buraquinhos. Tem que fazer o buraco ter vida, fazer o buraco florescer.
Somos apenas o reflexo de nossa vida. O que fazemos com ela, nossas decisões, tudo reflete no nosso dia a dia. Seja legal. Não seja um parasita na plantação dos buracos alheios. Faça do seu buraco uma plantação saudável, de terra fértil. Coloque grandes árvores, palmeiras, coqueiros, mangueiras, ipês. E o mais importante, não dê limite para sua propriedade.

4 comentários:

Dango Costa disse...

"E o grande buraco final, o enigmático, o grande mistério da vida, apresento-lhes o buraco da morte"... nunca ouvi ninguém chamar o buraco final (o esgoto do corpo onde segundo um pastor aí, tem até ratos) dessa forma. É um apelido carinhoso meio estranho. XD


E como fiz o velho deitado, "quando se está no fundo do buraco a unica saida é pra cima" (adaptei o ditado de "poço" pra "braco". ;])

Dango Costa disse...

achei no google (=]): "O ânus é sujo, é o esgoto propriamente dito. No esgoto só existem ratos, baratas e mendigos." (do livro "Castigo Divino")

Aline disse...

Posso plantar girassol no meu buraco?
Adooooro girassol!!! *.*
rsrs...
Achei o máximo esse texto, sabe... e vc é legal Narenha, eu gosto de vc!

.° celala disse...

eu li
e posso falar
na parte do buraco final eu racheiiiiiiiiii d rir hauahaua

e eu adoro propriedades ilimitadas.. vo sair plantnaod geral! =D

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.