quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

A delícia da escola

Quando eu era bem pequenina (muito mais,acredite) ,minha maior vontade era ir para escola.Passava as tardes com um caderninho,lápis,borracha,canetas,canetinhas e o meu pequeno quadro de giz.Zenti,eu gostava mesmo daquilo.E gostei por um bom tempo.

Gostei até descobrir que teria que interromper minha linda manhã de desenhos para ir a escola.E então,eu fui,primeiro dia...Quanta criança estranha.quanta criança chorando...Quem é essa moça que todo mundo chama de tia?Quer saber?Vou chorar também!

Felizmente a sensação do primeiro dia de aula acabou,mas eu era apenas uma criança,eu tinha meus traumas,e jamais me esquecerei do dia em que na minha mesa havia quatro crianças : eu (Nara com N),Júlia,Jaques e a Juliene(essa era a maior garota de todo o primeiro período) e nós tínhamos que colar bolinhas de papel crepom na primeira letra do nosso nome.Muito bonito!Por que eu sou a única com um papel com um N gigante?Não quis fazer,não fiz!Cadê a igualdade?Quero um J gigante pra colar bolinhas!

Eu mudei,eu juro.Eu entendo o N gigante.Só nunca entendi um menino que conheci na quarta série.Ele não gostava de mim!E no recreio me perseguia,me empurrava e jogava meu lanche pro alto,eu não ia brigar,ele era muito maior que eu!Embora minha brincadeira favorita fosse correr atrás dos meninos para bater,eu não ia me arriscar assim por um lanche.Não mesmo.

Já no primeiro ano,a imagem que eu tinha da escola mudou bastante,e os grandes culpados foram os professores.Eu não sei o que aconteceu mas eles mudaram e eu também.E foi nesse ponto que eu briguei com a Sandra,não lembro o motivo e nem como foi,só sei que ela era estranha.O tipo de professora que como trabalho nos fazia assistir “Diabólica” e que no final do ano,dança funk para os alunos(o vídeo foi parar no You Tube).Engraçado,não sei o porque mas ela foi afastada do colégio.

O tempo de colégio acabou e sinceramente,eu não sinto falta.Foi bom,muito bom,talvez a melhor época da minha vida.Tempo que conheci meus melhores amigos,onde tive grande aprendizagem,conheci ótimos professores,que além de sábios,eram humanos.Uma época que me ensinaram a fazer contas com números,letras e sinais,tudo ao mesmo tempo!E o mais importante,onde aprendi a lidar com as diferenças,o local onde conheci meus limites e dificuldades.

6 comentários:

Ana Elisa disse...

Eu me lembro da maior menina do primeiro periodo, eu me lembro do (como era mesmo o apelido que colocamos nele? Varapau?) menino que derrubou o seu lanche e vc começou a chorar na quarta série. Eu me lembro da sua briga com a Sandra e vc chorando depois,eu me lembro do ultimo dia de aula e vc chorando tb... que coisa engraçada, vc sempre chorando...
A escola acabou e nossa amizade continuou, mesmo vc não me chamando para ir no cinema!
Olha amiga, vou te falar a verdade, escola é o inferno, faculdade é o céu! Vc vai ver ano que vem!

tornafo of ideias disse...

hahaha

to aki sempre acompanhando e rindod a sua cara.. digo.. com vc nunk de vc.. jamias entendeu? =p

Rafael Gariglio disse...

O Vídeo da Sandra: http://www.youtube.com/watch?v=L7dVJ9vdLzw

Vale a pena ver denovo.

Luiza disse...

Ai, amiga! Que munitoo!
Eu sinceramente não sinto nem um pouqinho de falta da escola.. mas se deixasse de conviver com vocês, nossa.. acho que ia morrer de vontade de ir ao colégio todos os dias! Foi bom esse tempo que passamos juntas e as pessoas que conheci! Amiguinha, eu amo você!

.° celala disse...

Eu sempre fui a maior menina da sala. O q eh trsite, mas apesar disso eu nao me lmebro d ser uma criança traumatizada. serio! Nao sei como consegui isso. acho q eu era tao cdf q o povo tinha medo d me zuar! eu tbm tinha um quadro negro! Eqnd eu tava no terceiro periodo um menino me mordeu. Na hora d ir embora a tia Marilia chamou a mae dele pra conversar, a mae pegou a cabça do menino.. fz carinho e flw "meu cachorrinho lindo". Meu trauma. juro! hauhua vontade d socar akela mae ateh hj! e ow, nem me fala d escola.. e utenho mais saudade do central do q td vey.. era mt mt mt mt perfeito! e eu tbm gosto d vc tah? to invejando a luh! =d

Del Lopes disse...

Interessante como a Ana consegue te chamar de chorona e te fazer inveja no mesmo comentário e ainda parecer legal XD

Eu era uma criança traumatizada na escola, não no pré, que lá eu era rei, mas na 1ª série do Fundamental, vixe, caiu tudo... Eu tava cercado de gente que não tinha o mesmo nível intelectual que eu (e eu ainda nem sabia o que era exatamente um nível intelectual :P)... enfim, não quero me lembrar dessa época sombria, mas adorei o post.

P.S.: Muito medo da mãe do "coleguinha" da Cela, véi. Será que eles eram parentes dos Adams? Me pergunto como será o pequeno lobisomem hoje...

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.