domingo, 15 de abril de 2012

Again


Meu pecado foi querer. Pecado foi você não entregar a mim o que tens de mais bonito. Pecadores foram meus sonhos e meus pensamentos, pecador foi o bater do meu coração a cada vez que você se aproximava. Pecado era a sua mania besta de tocar a minha cintura e dizer algo que provocasse o meu sossego. E sumiam as palavras, a clareza da visão e a firmeza das minhas pernas. A certeza de que o pecado maior foi eu querer você mais do que você quis a mim.  Essa foi a doçura do meu pecado.

O problema é essa minha mania adolescente de atropelar as expectativas, meter os pés pelas mãos. Essa minha segurança no momento, no instante. O problema foram os beijos que você me dava no ouvido, me deixando arrepiada, fazendo você sorrir. Problema foi você dizendo que faria isso de novo. Melhor do que pra sempre é o de novo, o tão próximo de novo. Pra sempre é longe demais, de novo parece coisa pra daqui cinco, dez minutos, de novo é daqui a pouco, é amanhã. E eu esperava você amanhã – ou daqui cinco minutos.

Posso ser sua a qualquer momento durante algumas horas. Sentir o gosto do seu cigarro misturado com a minha cerveja. Posso te oferecer mais um pouco do meu exagero e dos meus passos desastrados.  E deixaria você, com a velha cara de interrogação toda vez que nos despedimos, pois mais uma vez faria o papel da dissimulada ou da que pensa ser dissimulada para que você não saiba o quanto de fragilidade mora aqui no meu coração. 

4 comentários:

Raquel Batista disse...

Nossa !

Érica Verônica disse...

O problema é que a gente sempre pensa que amar nem sempre vai nos machucar, e no final, sendo lindo ou não... sempre machuca.

Beijos, Narinha!
Saudades.

Carolina disse...

Lindo!

Nunca tinha pensado que o de novo é bem melhor do que o pra sempre.

:)

Vou te colocar na listinha dos blogs que eu acompanho, Nara. Pra não perder mais nenhuma dessas lindezas!

Beijo!

Ana Luisa Soares disse...

Ah não Nara,eu não precisava ler isso. São textos como esse que fazem o sentimento de saudade vir a tona...

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.