sábado, 3 de dezembro de 2011

Eu quero que você venha comigo



Talvez eu queira um pouco mais de atenção. Talvez eu só queira chamar a sua atenção.  Um pouco de carinho, do seu abraço, talvez eu só queira te ouvir falar, ouvir as suas loucuras, suas palavras soltas e por vezes sem sentido. Eu só quero olhar para os seus olhos castanhos que brilham. Eu quero me perder completamente em todas as mentiras que você me diz e quero continuar a me sentir segura a cada beijo seu. Que sim, é o melhor.


Eu quero que você fale, não tenha medo de usar suas palavras ou de me contar o que passa na sua cabeça (ou coração). Eu sei o meu lugar, eu sei a posição que escolhi, eu quero isso e jamais em nenhum momento eu pensei em substituir alguém. Existem os amores e as paixões. Existe a gente, um quase nós dois.

E hoje eu senti uma falta estúpida de você. E você não percebe meus sinais. Não quer? Não gosta? Essas palavras não saem da minha cabeça, me faz tremer e perder um bocado do juízo que tenho. Juízo que sempre perco quando você está por perto. Você não sente? É só desejo? Eu achava que era mais forte, eu achava que saberia controlar meus sentimentos e construir uma barreira, mas agora, olhando para mim, eu percebo que não. Eu misturei tudo. Eu criei tudo.

Não sei se é loucura minha, mas eu confio em você. Com você não tem promessas, existe apenas o agora e o depois a gente sempre deixa pra mais tarde. Sei que de alguma maneira e sem um motivo coerente, você está comigo mesmo que casualmente, mesmo sem declarações, sem as mãos dadas, sem um contrato ou qualquer definição. E peço que, quando perder a graça, quando não fizer mais sentido algum me beijar, seja claro, convicto e verdadeiro comigo. É o que eu espero de você.

Eu não espero nada além da sinceridade, eu não espero que você faça escolhas, eu não espero que me ame e não espero comparações. Eu espero que esteja comigo quando estiver e espero de forma intensa e imensa que queira estar comigo. 

5 comentários:

Aline V. disse...

Queria alguém assim pra mim

Érica Verônica disse...

Porque só isso já basta. =)

Acho que esse foi o seu melhor texto, Narinha.
Amei, encontrei um pouco de nós duas no meio dele.

Beijos Amiga
Saudades gigantes de você

Alice disse...

"E hoje eu senti uma falta estúpida de você. E você não percebe meus sinais.Perder um bocado do juízo que tenho. Juízo que sempre perco quando você está por perto. Você não sente? É só desejo? Eu achava que era mais forte, eu achava que saberia controlar meus sentimentos e construir uma barreira, mas agora, olhando para mim, eu percebo que não. Eu misturei tudo. Eu criei tudo."
Tive que copiar aqui ,pra dizer que passo pela mesma situacao e voce descreveu tambem,que nao tive mais palavras pra dizer.

Roberta M. disse...

é só o que queremos né Nara?? beijosss

Thaisa Schelles disse...

Sem promessas, sem falsas expectativas, apenas vivendo, aproveitando, assim é de verdade, é bom, faz bem!

belo texto, beijos!!!

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.