segunda-feira, 14 de junho de 2010

Estive fora por uns dias



Eu dei um tempo, um tempo para que eu não pudesse ter tempo, não pudesse parar para pensar e assim tentar fazer tudo o que eu estava precisando. E era muita coisa. No final eu não gostei, quer dizer, o resultado foi alcançado, consegui o que eu queria. No final do mês eu viajo para Curitiba e cuido (e mato) toda a saudade que eu estou sentindo (mas ela volta, sempre volta). Eu só não gostei de não ter tempo, eu odiei fazer as coisas que eu mais gosto correndo e deixando as pessoas que eu mais amo sem nem o meu oi, sem uma conversa gostosa, sem poder me dedicar somente a um momento só.
Nesses dias eu fiz vinte anos. Passou tão rápido. O meu dia passou tão rápido que eu nem percebi, tão rápido que nem deu tempo de receber todos os parabéns que eu queria ou de pelo menos receber os parabéns de quem eu achei que jamais se esqueceria do meu aniversário – mas esqueceu. Esses vinte anos passaram absurdamente rápidos. Eu que queria tanto, que sonhei tanto, que pedia pro tempo que andasse logo, percebi que nossos desejos podem sim ser ouvidos e realizados e por isso, cuidado com o que deseja. Palavras têm poder, letras têm poder, sonhos são o poder. É tão estranho, pode ser tão estranho. Foi o aniversário mais estranho da minha vida. Não senti pessoas de verdade ao meu lado, eu não senti que no meu dia eu era de verdade. Agradeço a quem se lembrou, a gente nunca se esquece dessas coisas.
Eu fiquei magoada algumas vezes. Certos ambientes são propícios a certas maldades, eu vi que a ambição é uma maldade tão feia, existem gentes que têm os olhos no lugar da barriga, que tem as mãos no lugar do coração e dos olhos. E é, pra quase tudo existe um mastercard. É uma pena. É uma pena não dar um bom dia, não dar um abraço, não achar que as pessoas podem ajudar umas as outras, é uma pena achar que roupas podem fazer seu coração ser melhor e mais bonito, é uma pena fingir que o outro não existe.
Agora passou. Estou arrumando as minhas coisas. Aqui tá um frio, minhas mãos estão sempre geladas. Vou ver quem realmente faz a diferença. Tenho tempo pra pensar novamente. Eu nunca perco a fé nas pessoas, gosto de muitas, tenho um enorme apego e sei que de uma forma ou de outra, todos nós temos um coração.

27 comentários:

Dai disse...

Nara,

Para muitas coisas existem o mastercard, para as coisas que têm valor e não preço, existe a amizade.

Cê sabe, não é? Sei que sim.

beijo

Tatiana disse...

Nara,
mas é claro que faz a diferença! (respondendo o meu post)
Juntando o seu com meu: "eu nunca perco a fé nas pessoas" + frustradas ou não, ainda acredito nas pessoas!
Talvez sejamos, nós, asculpadas! Ou, talvez acertamos demais, porém com pessoas erradas! Bjos querida, adorei a visita!

Roberta M. disse...

Lindinha, sei como vc se sentiu ao fazer seus 20 anos, é um marco, uma marca, uma nova etapa, um novo embarcar que parece não ter um porto por perto...bem, filosofei demais, desejo muita inspiração para essa cabeça tão inteligente e que faz falta quando não aparece!! Beijocas

Eraldo Paulino disse...

De vez em quando é necessário dar um tempo mesmo.Te entendo. Aliás, ainda que virtualmente, pude te parabenizar no dia do teu aniversário...e como eu gostaria de te dar um abraço caloroso!

Você continua apaixonante, minha linda, mesmo porque você é apaixonante...

Bjs!

O Lobo Mau disse...

Olha a Nara! Voltou e já não é mais teenager! Obaaa! Tás a ficar velhinha, ahuhahuaha. Bem feito!

Quantas fatias de bolo você comeu? E por onde é que você andou, hein?... Rsss... Vai dizer logo ou quer que eu adivinhe? Não acredita? Ó... Péra, vou me concentrar... um minutinho, tá?

(Passando o minuto, rapidinho, como você gosta...)

Pronto, já sei! Você foi a um daqueles circos que exibem gente com deficiência congénita, tipo "O homem que tem os olhos na barriga" e "A mulher que tem as mãos no lugar do coração e dos olhos".

Acertei?... Pergunta idiota, claro que acertei, acerto sempre. Ahahahaha...

Bom, muitos parabéns pelos teus lindos vinte anos. A vida sorrir-te-á sempre, tenho a certeza disso(mas tens de fazer uma pequena dieta para não engordar, rá!) e mais: sorrir-te-á de barbas! Rsss...

Felicidades, Narette sapeca.

(PS. Você ainda agora voltou e já vai viajar de novo? Pra Curitiba? Auahuahauha!... Vem aqui perto, vem, segredinho: "de uma forma ou de outra todos temos" de matar saudades, néam? Rsss...)

Escrevo Palavras e Choro Poemas disse...

Amei...muito querida a forma de vc traduzir o que sente, os tempos passam rápido demais, por isso nunca deixe de fazer ou falar o q realmente as pessaos precisam ter e ouvir de vc, as vezes deixamos isso passar e nem notamos...bj* linda...seja muito feliz nesse nova fase da sua vida!!

Andréa Silveira disse...

É Narinha.. e lendo textos de pessoas assim como vc, tb ainda consigo acreditar q existem pessoas boas no mundo. Beijos linda!

http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

Luna Sanchez disse...

Ah, Narinha...fiquei triste, agora. =\

Déia, Miss e Dai já tinham feito aniversário, esse ano. A Menina é leonina, ainda dava tempo de confirmar a data. E eu sabia que tu e a Danni fazem por agora, mas imaginei que não fosse antes de voltarmos com o Céu.

Desculpa?

Parabéns, viu!

Beijo, beijo.

ℓυηα

Erica Vittorazzi disse...

Parabéns atrasado. É o tempo voa, viu...

Mas, não se decepcione com as pessoas não. Não é você que quer fazer psicologia? Aí sim , você conhecerá as aberrações humanas e as entenderá, no fundo terá até pena.

beijos

A!!ªN disse...

Nara, como somos parecidos...

Eu já vivi esse lance do tempo também
é ruim não poder conversar com as pessoas distraidamente, passar pelas pessoas queridas só com um oi...

meu aniversário de 18 tá chegando, mais não estou criando muitas expectativas, sabe, ano passado foi como o seu aniversário de 20, isso me deixou triste, foi aí que decidi lutar pra mim, o grande interessado na minha vida, no meu sucesso sou eu, então decidi ignorar, que se dane, eu vou chegar na maior idade e então poderei tomar conta do meu próprio nome...

beijos Nara, e parabéns.

• déia musso • disse...

ebaaaa

vc vem pra ca Narinha?
vai na minha casa viu?!
ou a gente se encontra, vc quem sabe...
olha ..tah friozinho sim, vem preparada pro inverno curitibano....hehe

me passa teu e-mail?
vamos trocar telefones...

bzooo

Rebeca Amaral disse...

'sonhos são o poder'
de fato, os sonhos são extremamente poderosos, e perigosos.

temos que saber controlar o nosso tempo antes que ele nos controle, né.

ah, minha querida, também sofri muito no meu aniversário no ano passado. desde então não acredito mais nessa data. :/

enfim, que bom que voltou. seus textos são incríveis!

beijos, flor.

L. disse...

"cuidado com o que deseja. Palavras têm poder, letras têm poder, sonhos são o poder."
Eu precisava ler isso hoje, desejei uma coisa na hora da raiva que eu não gostaria que realmente acontecesse, fiquei com medo agora, eu nunca mais vou desejar isso :x
lindo o post :*

Lari Rodrigues disse...

As pessoas precisam ver que para as melhores coisas da vida não existe master card, porque as coisas simples são as melhores. é realmente um pena que as pessoas nem sempre lembrem de aproveitar o que a vida nos dá.
Temos tanto em comum, olha só Nara, também tô indo pra Curitiba esse fim de mês hauhuahsuh Já pensou se nos encontramos no avião? rsrs
qualquer coisa meu msn é larinhalr@hotmail.com


Beijos!

Ana C disse...

Heey!
Parabéns pelos 20 anos! ^^
Visito o blog há um tempinho,mas sem dúvidas esse foi O post. Não que todos os outros não tenham sido bons e cativantes, mas esse se parece comigo.
"Eu nunca perco a fé nas pessoas, gosto de muitas, tenho um enorme apego e sei que de uma forma ou de outra, todos nós temos um coração."
Isso foi tão...eu. Mesmo.

Outra coisa...eu nem gosto tanto de mastecard. Tão (des)necessário que perde a graça ;)*

Erica Ferro disse...

Ah, Nara, há pessoas (aquelas que a gente mais preza) que esquecem de nós em certos momentos, como o nosso aniversário, e é bem triste. Só que felizmente isso passa, essa frustração passa e dá lugar a outras.
Os seres humanos são assombrosos, fantásticos e podem ser tão bons quanto tão maus.
A verdade é que todos temos coração, mas infelizmente nem todos sentem o amor. O que me deixa mais tranquila é que há mais pessoas que SENTEM o amor do que aquelas que nunca sentiram e nunca sentirão o que é amar, o que é querer bem a outras pessoas.
A verdade é que, ainda que a maioria sinta o amor, ela não sabe cultivar o tal amor. Uma pena...
Quem sabe um dia mude?

Adorei sua visita.
Beijo.

P.s: Nós temos 20 aninhos, somos geminianas e não faz muito tempo que fizemos aniversário. xD

Menina Misteriosa disse...

Narinha,
Mil desculpas... eu não sabia que seu aniversário era por agora. Fiquei triste, também! =/
Mas, mesmo atrasada, desejo a você tudo de melhor... gosto de ti, viu? Aproveite a viagem, mate as saudades, torço por vocês...

Beijo

Érica Verônica disse...

Oi Amiga..
Que bom que voltou, estava com saudades dos seus textos..

E comentando este: Meu pai sempre me diz que a gente só se decepciona com as pessoas que conhecemos. Aquelas que mais nos fere, são aquelas que acreditamos que jamais farão isso comigo. (Triste, neh). Mas não fica assim não: Eu lembrei do seu niver! E o meu carinho por você, o mastercard não compra!

Bjuuuu saudades d'ocê!

o/

Nathy disse...

Pequenininha da minha vida..

Eu não vi a sua ausência aqui, pois eu também me encontrava fora (de tudo diga-se de passagem). Ainda bem, pois seus textos são realmentes fantásticos. Acho incrível como as vezes eles retratam exatamente algo que estou sentindo.
Deve ser o décimo-sexto sentido geminiano.

Enfim, todo mundo se decepciona com alguém.
Mas eu li uma vez, que as pessoas que mais nos machucam são as que mais amamos, mas isso não significa que elas não nos amem, talvez seja só uma fase (ou próprio jeito dela) e isso é o mais importante!

Quanto ao aniversário, dou uma dica: "não espere ninguém lhe trazer flores, plante-as no seu jardim"

No próximo 7 de Junho, liga pras pessoas que são especiais, e chama pra comemorar com você essa data especial.

Beijos amiga
Saudades infinitas..
=)

José Sousa disse...

Olá... estive aqui, em seu espaço. O blog está lindo e o que escreve tambem. Vou ser sue seguidor, seija meu tambem. Vá até lá, leia, comente e recomendo. Veja o meu perfil e leia no "Queriaserselvagem" o post de Fevereiro com o titulo "A minha luta".

Agora somos amigos.

Um grande abraço do tamanho do mundo.

Carol Carvalho disse...

Narinhaaa
estou me atualizando na blogosferaa
Passei para agracer o carinho com a gente tá?! Vc é uma fofaaa!!!
Bjos e um maravilhoso final de semana

Huga Kátia disse...

Passando pra te desejar uma linda noite! bj*

Mali Melo disse...

hum... parabéns atrasado!
Poisé, esse tempo. Há quem diga que é uma ilusão, né? às vezes até quero acreditar isso, mas conseguir... Mas de qualquer forma, tomara que você encontre o tempo para pensar. Faz falta!
beijos :*

Camile Christina disse...

Todos temos coração uns fazem toda a diferença outros não .
Tenha fé sempre ! Coragem ! Determinação ! Pense muitooo antes de falar e/ou agir . Cuidado Cuidado sempre ! Atenção , Observe tudo que esta ao seu redor .

***MissUniversoPróprio*** disse...

Flor, talvez tu nem saibas o tamanho da afeto que tenho por ti. E isso nada tem a ver com o teu texto, mas senti vontade de te dizer. Desejo a ti toda a felicidade do mundo. Não te percas em inúteis decepções. Na grande maioria das vezes, as pessoas não estão prontas para nos dar o que realmente merecemos, ou o que nós mesmas daríamos a elas.

Espere menos, e serás bem mais feliz.

Beijo, flor. ;)

Sαbrinα Frehí disse...

o tempo e as circunstancias da vida está sempre nos fazendo nos ausentar. mas o melhor de tudo, é que ao fim nunca deistimos de nos entregar as palavras..

Sônia Silvino disse...

Olá!!!
Vim dar um beijinho de boa noite em você!!!
Parabéns pelo aniversário!!! És quase um bebê, minha linda!
"Pai, faça que eu partilhe a vida com meus amigos.
Que eu seja tudo para cada um deles.
Que a todos dê minha amizade, minha compreensão, meu carinho,
minha simpatia, minha alegria, minha solidariedade,
minha atenção, minha lealdade.
Que eu os aceite e os ame como são.
Que eu seja um refúgio poderoso e um amigo fiel.
Pai , faça com que permaneçamos unidos, pela nossa eternidade.
Que essa amizade floresça sempre como um belo jardim,
para que nós possamos nos lembrar com orgulho.
Que sejamos todos cúmplices de bons e maus momentos.
Que eu possa estar aqui sempre que ele precisar,
mesmo que seja só para dizer :
- Oi , tudo bem com você?
Ó ! Pai Todo Poderoso presente em meu coração!
Eu peço que continues a nos guiar, amparar e proteger"
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas & um só coração!!!

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.