segunda-feira, 24 de maio de 2010

Seus erros



Chorar fácil é coisa de gente besta e eu sou besta forte, só choro por coisa difícil. Choro por um texto bonito, choro por um filme, uma história, um amor, por ter que me despedir e por bater o dedinho no canto da parede. É que tem coisa que dói aqui dentro, como se existisse um interruptor que ao ser ativado, começa a apertar o coração, fazer encolher e amassar feito papel. Faz com que eu perca o sorriso e a voz. É estranho que ninguém perceba, um sentimento tão meu, acho que não se vê, apenas se sente.
Eu não consegui congelar. Um caminhão passou e atropelou tudo. Eu congelo o que me faz bem, o que eu gosto, o que parece querer explodir meu coração. Mas dessa vez eu desisti, o caminhão atropelou, passou por cima e ninguém anotou a placa. O motorista? Eu mesmo. Eu com meu amor próprio, com meu ego, com minha sede de ser melhor, com meus sonhos. O passageiro? Você. Você com seu orgulho, sua falta de atenção, seu descaso. Já disse. Eu não gosto do pouco, e você era pouco, o que você me dava era pouco.
Sabe, eu não tenho frescura e nem gosto de falar difícil, não tenho paciência para isso e não gosto de gente assim, é pura arrogância escondida em um eufemismo. Descobri que eu deveria dar valor a quem me quer bem e você só queria o seu próprio bem, queria que eu engolisse as suas vontades, que eu gostasse das suas coisas, que concordasse sempre com tudo o que você dizia. Logo eu que prezo tanto a minha liberdade, logo eu que gosto tanto das minhas coisas, eu que nunca te pedi pra ser assim e deixar de ser daquele jeito. A gente tem que gostar do outro de forma natural, sem exigir mudanças drásticas ao longo do tempo, sem cobranças, sem desculpa de quem ama muda, cuida, e quer agradar. Quem ama não tem medo de ser verdadeiro, não tem máscara, quem ama quer se entregar para o outro de olhos fechados, quer que o outro saiba de todos os detalhes, descubra todos os defeitos e sonhe com todas as qualidades. E isso, você não fazia por mim.

48 comentários:

A!!ªN disse...

Nossa Nara sua analogia com o motorista de caminhão é muito interessante, esse texto fez-me refletir, ás vezes as pessoas querem que sejamos outras por causa delas, quando devemos ser nós mesmos, acho muito importante perceber isso cedo, pois é melhor que larguemos de um relacionamento assim, e soframos agora para não sofrermos o resto de nossas vidas.

Lets disse...

Não trate com prioridade quem te trata como opção. Eu sei que é frase feita, mas é a mais pura verdade!
Sdds de vc pequetita!
BeijoO

Andréa Silveira disse...

Nada como sermos quem somos de verdade ao lado de quem amamos. Isso pra mim fez toda a diferença, foi qdo descobri que encontrei a pessoa certa.

P.S. Q bom q voltou! Bjs!

http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

Roberta M. disse...

Nara menina fofa e linda, que bom que vc atropelou isso sabia, matou, enterrou, encerrou ( o que é ainda mais importante), agora, é lamber as feridas, dar tempo ao tempo e seguir seu lindo caminho adiante!! Beijos

Carol Carvalho disse...

Florzinha, o mais importante que podemos fazer por nos mesmo é nos amar! Se temos amor próprio, superamos tudo!
Seja lá o que aconteceu, vc é muito mais forte do que isso ;)

Que bom que voltou, sentimos sua falta!
Bjos nossos em vc

Luiza disse...

ótimo texto !
Muito legal o blog ! Já estou seguindo !!!

:)

jusandres disse...

NO-SSA-SE-NHO-RA-DOS-NÓS-DE-SA-TA-DOS!!! rsrs
Para esse ônibus que eu quero descer!! o.O
Será que pular com ele em movimento, rola?! Humm.. sei não.. =P
Bom, melhor calar a boca, q eu só falo besteira!! hahaha

Beijos!!

Sônia Silvino disse...

Eu também sou chorona, amiiiiga! Buáááá! rs
Receber as tuas visitas é gostoso demais e te visitar também encanta o meu coração. Este blog tem chamego e acalenta a minha alma!
Que seus próximos dias sejam recheados de alegria e de paz!
Bjkas, muuuitas!
Sônia Silvino's Blogs!

O Lobo Mau disse...

Putz, Nara,

Desde quando você tem carteira para dirigir caminhão, guria?

Txiii... Meu Deus! Olha só o que você fez! Deixou o cara todo esborrachado lá no meio do alcatrão com as tripas espalhadas por mais de cem metros!

Bem feito! Ele que prestasse atenção que era você quem dirigia. E mais: o meio da estrada é para passar caminhão e não para passear o orgulho!

Faz bem não chorar desta vez. Afinal não é um filme, uma despedida, uma história e, melhor, ninguém anotou a placa! Obaaaaa!!!

Baby,

You're the best driver in town, mas eu nem arrisco pisar Minas Gerais. Eu, hein? Não quero morrer! Não quero morrer! Não quero morrer! Auhauahauahauaha!

O Lobo Mau disse...

Ui!

Pára aí o caminhão! Só agora reparei...

Pensei que você tinha atropelado o pedestre... Mas você atropelou o passageiro? Ué, como você conseguiu isso, guria?

Me ensina, me ensina!

Luna Sanchez disse...

Melhor não ter congelado, mesmo. ;)

Beijo, beijo.

ℓυηα

Por que você faz poema? disse...

Fingir que aceita os defeitos
e imaginar as qualidades. Mais uma receita que não deu certo, para mim.

Eraldo Paulino disse...

Seus textos estão cada vez emelhores, menina. Parabéns!

Também morro de saudades de tudo isso!
Bjs doces e apaixonantes como vc!

Rebeca Amaral disse...

eu acho que eu já te disse que eu me identifico muito com tuas palavras.

sabe, Nara, cada letrinha que tu usou nesse seu texto belíssimo se aplica perfeitamente a mim.

tem pessoas que não são como nós, parece que têm preguiça ou medo de nos oferecer o que precisamos, e principalmente, o que MERECEMOS.
somos mulheres intensas, e precisamos de homens intensos ao nosso lado.
sofrer não adianta mais, não tem mais o mesmo efeito.
então, expulsemos eles de uma vez por todas de nossas vidas!
desapego, por favor!

beijos, flor.

Escrevo Palavras e Choro Poemas disse...

Ahhii!!Q DELICIA DE TEXTO SÓ PODIA SER VC MESMO!!AMEI...BJ***

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

Muitas vezes é preciso chorar tudo o que se tem para chorar, e depois tocar a vida em frente!
Adoro passar por aqui!
xero.

Trashy Fame disse...

amei o blog *o* to seguindo
se der dá uma passadinha no meu tbm:
http://www.thetrashyfame.blogspot.com/
espero que goste *-*

Carla Sampaio disse...

Postei parte de um texto de Clarice sobre ser assim.
Não pense no que não é feito por você, mas no que você fez pelo outro, um dia (nunca é tarde) o outro percebe que o que se fazia era justamente o que ele queria.
Não adianta tentar mostrar, faça como você disse, não exija nada. Amar está acima de qualquer exigência, não só amar ao outro, mas também a SI MESMO.

meus instantes e momentos disse...

muito bom o texto.
Mas é muito melhor vc ser seu proprio motorista, que se deixar guiar.
Maurizio

Mali Melo disse...

Nara, vou te contar que me sobe uma felicidade instantânea toda vez que vejo a janelinha aberta no seu blog.

É, mais um texto perfeito. Essa história de chorar por tudo, poxa... Hoje mesmo, a aula de inglês foi musical e a professora colocou Beatles. Comecei a chorar desesperada, sem parar. Imagine agora eu agora vendo P.S.: Eu te amo na TPM. KK
E sobre guiar as coisas... Concordo com o comentário acima.
bejs :*

Erica Vittorazzi disse...

Ah Nara, a gente vai aprendendo...

amar não é tão fácil assim!


Beijos

Deni Maciel disse...

ótimo blog
parabens pelo visual e pelo conteudo
ótimos posts..

parabens mesmo


virei mais vezes
caso permita claro..


vou ficando por aqui.
ótima quinta
e o blasil já está na áfiguica...
a..blasil gumo ao héguissa..
góbinho...
nilmag...
luis fabguianu...
aaah blasil vamu
abraçooo
e desculpe os erros..é que eu tenho teclado pleso

Naty Araújo disse...

Eu chorei lendo seu texto, será que algo indica que sou forte ou fraca? hahaha.
Sério mesmo... lacrimejaram aqui.

Muito lindo... acho que foi o mais profundo que li.

Adorei, Nara.
Beijão, querida.

Marina Cavalcante Lacerda disse...

"Chorar fácil é coisa de gente besta e eu sou (besta) forte, só choro por coisa difícil."
Bem minha cara essa parte, rs rs.


Nem o mais bonito dos amores, é tão cheio de flores, risos e palavras apaixonadas. Sempre tem aquela(s) hora(s) em que a chuva cai, tudo escurece, palavras que doem sao faladas e pensa-se em deixar tudo para traz. Para alguns a chuva passa, para outros demora um pouco, mas sozinha ou acompanhada, tudo volta a ser flores dinovo, seja lá como for.

Beijos Naraaa :D

Sônia Silvino disse...

Adorei a sua preciosa visita!
Vim retribuir trazendo mil beijocas para você!!!
Meu amigo virtual é diferente...
Ele não olha nos meus olhos,
Ele vê meu coração... Meu amigo virtual é diferente...
Ele não percebe as minhas lágrimas
Percebe o momento de me confortar
Meu amigo virtual é diferente...
Ele não sorrí, ele me faz sorrir...
Meu amigo virtual...
Você não sabe...
Mas te procuro todas as noites .
Você não sabe...
Mas fico feliz quando você vem...
Olho para você, na expectativa de um sorriso...
Te espero assim como o sol espera pelo amanhecer...
Te espero assim como a Lua espera pela noite...
Certa que virá!
Não me importa se vens através de telas...
O que importa, é que venhas...
Não sei porque te escolhí como amigo...
Suas letrinhas são iguais às de todos os outros,
Apenas suas palavras são firmes...
Você consegue me fazer acreditar.
Talvez você não saiba, mas quando me falas...
Quando brincas comigo..
Quando me escutas...
Quando me amas...
Exerce a nobre tarefa de um amigo REAL.
Assim... Cativa-me...
Escuto teu sorriso através do sons do teclado.
Ouço teu coração através do meu coração,
Sinto tua alegria através da minha alegria...
Nunca deixes de vir...
Só conhecemos a importância dos verdadeiros amigos,
Quando começamos a perceber sua ausência,
Quando chamamos por todos,
E somente ele vem...
(Fátima M. de Mendonça)
Bom final de semana!!!

Menina Misteriosa disse...

Nara, perfeito!
Onde eu assino?!

[somos muito, muito parecidas nesse ponto!]

Beijo!

Juliana Oliveira disse...

Seus textos são tão intensos. Obrigada pelo kmt e vc tbm é linda!!!
rsrsrs
amei o texto, falar de erros é tão complexo!!!

Andréa Silveira disse...

oi nara, acho q nao tem no youtube, pq pelo q sei não teve comercial.. bjs! otimo fds!

http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

ॐ Nαтн disse...

Os seus textos são ótimos!

Adorei o que escreve !!!

Bill Falcão disse...

Nossa liberdade é o mais importante de tudo, e isso transpira em seus textos!
Bjoo!

Sebastiano Landro disse...

felicitaciones por el post! un saludo!

Léo Santos disse...

Essas coisas são assim mesmo... Ao inverso do que se espera! Mas ainda assim aposto que houve momentos tri bons! Senão, tu não estaria aí chorando...

Um abraço!

Sônia Silvino disse...

Bom diiia, meu coração!
Vim te visitar para tornar o meu dia mais feliz!
"Não devemos permitir que alguém saia de nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz." Madre Teresa de Calcutá
Bjkas, muuuitas!
Sônia Silvino's Blogs
http://blogsdasoniasilvino.blogspot.com

Sika disse...

Que texto perfeito.
Acho que nem precisaria realmente de palavras difíceis.
Você expressou tudo perfeitamente..tudo de uma forma tão clara, que dá para sentir nas entrelinhas o fervor de alguns sentimentos. Enfim..a vida realmente é assim. Muitas vezes nos decepcionamos por esperarmos sempre mais dos outros e, as vezes, esses "outros" não querem ou não podem nos dar. Enquanto nós, "bestas", persistimos até dizermos BASTA!
E você disse isso, parabéns!

Temos que passar a gostar de somente quem gosta de nós.

Enfim, tenha uma ótima semana e dias melhores.

Beeijos!

ParadoXos disse...

tens a realidade à flor da pele

:-)


um beijo grande

Déia disse...

O grande lance da vida é sentir!

Sinta o mais belo e o pior.

aprenda, reescreva e siga!

congelar, nunca!

bj

Lari Rodrigues disse...

Semppre Eles atormentando nosso juízo e virando nosso mundo de ponta cabeça. e a gente se descabeando, eles lá com os múscuos deles, mas relaxa, fim deles é pior que o nosso, e o tempo os castiga mais!

Beijos!

Anônimo disse...

Tbem ainda não encontrei quem fizesse isso por mim, amei seu texto querida! bj**

Escrevo Palavras e Choro Poemas disse...

Tbem ainda não encontrei quem fizesse isso por mim, amei seu texto querida! bj**

Mulher de 40 e tantos anos disse...

Adorei aqui!!!
Texto lindo.
beijos

Naty Araújo disse...

Lindo feriadão pra vc, querida.

Bjo grande

Sílvia disse...

Ser forte é algo muito subjectivo, apenas nós fazemos o que fazemos porque só nós sentimos o que sentimos.

Little Cris disse...

Sem nem o que comentar Nara, só que cada dia que passa o seu talento fica ainda mais notório! Parabéns pelo blog florrrrr! :*

Déia disse...

saudade de vc!

bj

Hosana Lemos disse...

'Eu com meu amor próprio, com meu ego,'

pra que melhor?!
;)

O Lobo Mau disse...

Ei, Nara, o papagaio comeu a tua língua também, guria?

Que papagaio é esse que come tudo, hein? Tem a certeza que é papagaio?

(...)

Ok, é papagaio... Mas é acachorrado, viu?

Srtª Elis° disse...

belo texto....



xero flor!.

shaaa disse...

enfim, eu li
e gostei muito do que vi por aqui...
tô seguindo.

beeijo

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.