quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Todos os sinais



Quem disse que o amor é fácil? Um sentimento que faz crescer uma vontade de andar junto e completo não pode ser fácil, envolve coisa demais, é querer demais, sonhos aos montes, vontades somadas e planos misturados. Mas nem sempre as pessoas conseguem andar com a mesma frequência. Acontece um tombo aqui, um tropeço mais a frente, uma pausa para o descanso e nem sempre há disposição para seguir junto, um apoiando o outro.

O amor nunca vem sozinho, com ele surge uma onda de sentimentos, me parece um ótimo tempero, une os sentidos, aguça o paladar, o tato fica mais sensível, a visão se transforma num mágico, o mais perfeito ilusionista. A verdade é que a visão fica boba e junto com o coração, engana a mente. Nos faz perder o chão por alguns segundos.

O amor não gosta de ser solitário, confesso, ele tem bons amigos: a amizade, o prazer, a doçura, companheirismo, a bondade. Ele me surpreende com tanta mistura boa. Dá vontade de morar dentro dele. Mas é traiçoeiro, num piscar de olhos, vive na gente e ocupa tanto espaço que nos perguntamos se ainda há um cantinho para nós mesmos.

Encontramos beleza no amor e esquecemos o quanto ele é carente e exigente. Em nossos encontros ele me apresentou a dor, a insegurança, o ciúme, a saudade, o querer incompleto e o medo. E me disse mais, me disse que ele não me causaria dor alguma, mas que toda dor trás um aprendizado e é por isso que ele a faz de companheira.

Neste jogo, porque há de ter um pouco de sorte para ser feliz, encontrei de um tudo, ganhei bastante, juntei um pouco de você, um pouco de mim, completei, tapei buracos, dividi (e não há nada mais lindo) e acima de tudo, guardei dentro de mim todos os sinais vindos de você.

17 comentários:

Luna Sanchez disse...

Nara,

concordo que o amor não gosta de ser solitário, já, a paixão...nussssss! Essa é possessiva, preenche todos os cantos, não deixa lacunas, é avassaladora!

* Não sabia desse post, não apareceu tua atualização pra mim, flor. Estranho, né?

Beijos, dois.

ℓυηα

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

O amor traz entendimento, traz sabedoria para sabermos nos escutar melhor.

Quantas e quantas vezes quebrei a cara por não ME escutar ?

Todo aprendizado nos custa um pouco e todo amor traz um pouco de dor.

Incrível como parece uma dicotomia...

Beijo!

Déia disse...

O amor é o fogo que arde.....

O amor é o calor que aquece a alma...

tanta gente tenta falar sobre amor...

Ele ainda é o sentimento mais sentido e menos entendido da face da terra rs

mas nunca deixaremos de amar... vai entender kkkk

bj

Carol Carvalho disse...

Narinha se algum dia eu tivesse dúvidas sobre o que sinto, se é mesmo amor, elas sumiriam agora com o seu texto.
Percebi que eu amo sim, e muuuuuito.
Sou exatemente de todas as maneiras como vc definir "amar" no texto!
LIndo!
bjOs

Sil disse...

Eita que a Déia tirou as palavras da minha boca...

Mas em resumo.. amor é fogo viu!!

Aff...

Lindo texto flor.. como sempre!

Bjs

Eraldo Paulino disse...

O amor é uma forma fresca de dizer TE QUERO!

A paixão é uma forma insólita de dizer FICA AQUI COMIGO AGORA PELO AMOR DE DEUS!

rsrs

É interessante o (assunto) amor. por mais que se fale, sempre aparecem formas lindas de se falar sobre ele, como é o caso deste texto.

bjs!

Athila Goyaz disse...

A verdade é que a visão fica boba e junto com o coração, engana a mente.
Nara, muito lindo isso o AMOR ahh o amorrrrr rsrsrs.. um dia eu encontro!

bjuxx

Ana Elisa disse...

Preenche

Sobra

Transborda

❀ Déia Musso ❀ disse...

hj to chorona,

chorei

mulher apaixonada é dose ...rs...

passei pra desejar boa noite florzinha,

vou dormir muito leve depois de ler esse texto,

bzoo

Érica Verônica disse...

Experiência própria: "amar é muito dificil."

Mas é tão bom né. Sei lá ás vezes bate uma dor tão forte no peito, uma lágrima teima em escorrer pelo rosto, simplesmente porque a gente se depara com a remota possibilidade de ser ver longe da pessoa amada. (tenso!)

Acho que o mais importante é viver o amor na sua forma mais sublime: Sem medo. Infelizmente ainda não tive essa coragem.

Eu AMO alguém, Narinha. E isso ás vezes me dói tanto. =/

Sônia Silvino disse...

Narinha!
Amar pode até doer, mas faz nos sentirmos vivos!
Tenha um maravilhoso Natal. Em 2010, continuaremos juntas. Quero continuar desfrutando do teu talento aqui e no "céu".
Bjkas!!!!

***MissUniversoPróprio*** disse...

Que linda você, falando de amor. Gosto muito, viu, flor?

Beijocas!

Obrigada pela visita!! ;)

Menina Misteriosa disse...

Nara,
Sensacional este seu texto! Perfeito, completo!
Nada a acrescentar... risos... descreveu muito bem o que é amar...
beijos

Larissa disse...

ai! o amor e assim msm
xeio de surpresas!

Sil disse...

O amor não é fácil, se fosse fácil jamais seria amor... mas depois de um tropeço cá e lá ele assume suas formas e se deixa concretizar...
Muito bom seu texto... muito bom mesmo!

Bju

Vêza Lopes disse...

Tah romântica, heim?!
Que lindo, amar faz muito bem pros seus textos.
Beijos!

meus instantes e momentos disse...

isso é amor....
parabens pelo post, gostei desse modo bonito de escrever..

Tenha um 2010 de paz, de felicidades e repleto de tudinho aquilo que voce deseja e que te faz feliz....
Maurizio Bersani

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.