sábado, 28 de novembro de 2009

Faltando com a verdade

;


O povo gosta é de ver a coisa pegar fogo. Acho graça, muita graça. São os barracos que geram fama, é a tristeza que enche o cinema, é a dor que faz ter um punhado de gente ao seu redor fingindo uma tal de preocupação que, sinceramente não existe. É o drama que faz os olhos se encherem de lágrima e dão lugar para os suspiros.

E eu te pergunto, e aí? Achou o que você queria? Fuxicou bastante? Falou para os outros dos meus sentimentos? Já posso ver sua cara de pena, pensando no quanto eu fui coitada. Ah, isso me dá nojo. Desculpa, mas eu não acredito que você tenha se dado ao trabalho de procurar tanto, era só me perguntar, viu? Isso não é segredo algum. Todo mundo sabe.

O que me incomoda é que eu nunca agi assim com você. Poxa, a vida é sua. Quer dividir comigo alguma coisa, fique a vontade, estarei com os ouvidos preparados e com o coração abertíssimo. Mas virar seu histórico em busca de algum vestígio, algum crime, alguma marca, um hematoma, não, isso não é normal. Já disse, era só me perguntar.

A vida é mesmo um prato cheio. É coisa boa de ser observada e criticada. Por que não? Todo mundo tem lá seu bocado de experiência, e tem coisa mais com cara de amizade do que dar conselhos? Mas tem dia que isso me cansa. Essa abundância de opinião me entope, faz transbordar, me faz querer jogar tudo fora, devolver de alguma forma. Não sei se você sabe, mas existem palavras que não precisam ser ditas. É porque machuca, meu amigo. Pode até ser verdade, mas dói. É como dizem por aí, a verdade dói. Então, por favor, me falte com a verdade às vezes, mas só às vezes, só para que eu me sinta segura, só para assustar o medo, só para eu conseguir ver nos meus olhos o futuro que eu planejo tanto e que por tantas vezes parece invisível visto do meu espelho.

15 comentários:

Luna Sanchez disse...

Um reflexo generoso pode operar verdadeiros milagres...

Esse post foi um tapa na cara, moça. Acho que vou enviar o link por e-mail, para umas certas criaturas sem noção.

Beijo.

ℓυηα

Sônia Silvino disse...

Olá, Nara!
Vim conhecer o teu espaço. Gostei e vou te seguir. Já tinha lido o que escreves lá no "céu". Conheça o meu perfil e visite os meus blogs. Ficarei muuuito feliz!
Bjkas e ótimo domingo!

Érica Verônica disse...

Um singelo e firme tapinha de luva em muita gente.

As vezes também me sinto assim. Como se a minha vida fosse um filme e que muitas pessoas querem assistir de camarote.

Peraí galera. A vida é uma só. Se pra vocês a minha é interessante, é porque eu vivo a minha com tudo que posso. Que tal vocês começarem a fazer a mesma com a de vocês. Parem de dar pitaco na vida dos outros e passem a viver, ao invés de simplesmente passar pela vida.

Bju amiguinha!
Amei o texto...

o/

Menina Misteriosa disse...

Nara,
Um desabafo que eu queria ter dito... você conseguiu colocar em palavras o que está engasgado aqui... Ufa!

Gostei muito, linda!
Uma ótima semana para você,
Beijos

Carol Carvalho disse...

Oi Narinha!!
Adorei o post hoje..
Também gostaria de dizer isso a algumas pessoas..
Vamos refletir...
Uma ótima semana pra vc linda!!
bjos meus e do bebê!

❀ Déia Musso ❀ disse...

"existem palavras que não precisam ser ditas"

tem gente sem noção no mundo amiga.

tem gente que vive de "barraco, confusão e tiroteio" por assim dizer.

é uó!

ás vezes é mais amigo o que sabe calar, não fala o desnecessário, poupa o outro de se sentir mal por saber algo que não acrescenta em nada.

me identifiquei com o post Narinha, te entendo perfeitamente!!!!

bzooo

ótima semana

Déia disse...

Uau...

Acho que alguém pisou no teu calo, no pezinho 34 !!

Menina, vc ta p. da vida! o que houve?

Ja sabe que agora sua turma é grande, chame a gente, que resolvemos qquer parada!

Querida, força aí e vamos que vamos!

bjinho

Déia disse...

kkkk venha e traga sua calcinha tb foi ótima....mas devo leva-la suja? afinal vamos lava-la kkkkkk

Ta desculpe....vou fechar a boca kkkk

bj

Déia disse...

Entao pega a calcinha, vamos pro tanque e cante comigo... feed the world ....rsrsrs

se7e/5 disse...

Como o se7emeio parece ser uma AFTA no céu de vossa boca, decidi que todas vós merecem ler meu comentário e tomar uma dose de conhecimento sobre minha opinião. Aí vai, gentinha pequena:
Ora a minha opinião sobre este 1º mês até poderia ser um coquinho positiva, mas não é. Sou obrigado a declarar este vosso esforço como ferro-velho, comidinha ressabiada ou vagineca mastigada. É, nada de especial se passou aqui, com a exceção aqui da minha grata pessoa catalogada por muitos como "persona non grata", mas que vos fode o juízo sempre que pode. Temas fora de uso e usados. Esforço inglório de algumas simplórias que só podem estar enganadas quanto ás capacidades literárias que julgam ter. Nada mais enganoso e errado. Não vale a pena falar de cada uma em particular porque apenas 2 ou 3 se aproveitam e se destacam da mediania. Luna, com a ajuda de mais uns anónimos lá vai levando água ao seu moinho e, por isso, ela vale por 2 ou 3. As restantes valem pelo "meio" do se7e. Não posso deixar de assinalar os comentários críticos, o que me leva a concluir que isto que por aqui passa é tudo uma paneleirada e beijador de "colibri atesoado"; uma família composta sempre pelos mesmos e, se estas sete do céu não se esgadanharem para comentar noutros blogues, ñinguém vem aqui pela segunda vez, com a exceção delas próprias, irmãos, irmãs, namorados e o famigerado "ronron" também conhecido por doçante "almost" e melhor fedelho do mundo sempre de mão dada com o esgotado rm. Ou seja, este almost andou tanto tempo tentando uma conquista nesta blogotroço e lá conseguiu impresionar, enganar e dar a volta à luna que não se deixou perturbar pela queda poliglota do artista. Queda porque se aquilo não é cair, ninguém cai. O Fedelho entradote é que parece ter amansado e vai rastejando como um minúsculo invertebrado querendo dar uma de engraçado, mas se quizer dar mesmo uma tem de contentar-se com a virtual e uma "punheta" bem real em frente do teclado! É indigno mas sabe bem.
Sil é de entre todas a que mais se está cagando para o que Luna pensa e não me admira que um dia cobre uns cliks da conta, porque isto de ganhar uns cobres à custa das "imbs" não dura muito tempo. mas como se constata o estado "IMB" das restantes 5 que andam por aí como barata tonta convidando para a visita da ordem no "ceúzinho da boca". caso não o façam, Luninha-dos-sete-sóis, cobra, né mulherada? Pois é.
Por outro lado, aquele lado “Xoogle”, a falta de sexo explícito é bem capaz de explicar a tão baixa frequência de comentadores. Sendo 7 esfolando o coiro do dedo em teclado e ter entre 14 e 24 comentários de média, onde se incluiu resposta da própria aos cometadores, isoo dá a módica continha de... 3, 4 comentários?! É! Só pode ser por razões de claustrofobia e vertigem da horizontal, por não confiar no aperto de boca que esmaga tesículos contra o céu da boca e desagrado pela posição de cristo, respetivamente. Aguardam-se, portanto, malabarismos com par de “balls” e contorcionistas à kamassutra. Só assim aumentará o número de visitas, cliks e vitém na conta ad-sense. As sete, individualmente, transformar-se-ão em jóias da galera e até poderão acontecer uns encontros a combinar para a troca de calcinha no estendal. Aconselho um cabeçalho lá no alto do céu aberto: “This is probably the one you're looking for”..
Concluindo, embora não reprove em nota negativa esta bimbalhada de blog, também não lhe atribuo uma notinha positiva, porque não apresentou népias de népias de novo. Desilusão.Falta SEXO puro e duro. Prestem-se que nem só de pão e água vive o homem.
Por isso considero que vocês me foderam o juízo.

*Quanto ao seu textinho aí em cima. Acorda mocinha! Exija respeito e verdade porque isso só faz bem. Agradeça o bom humor, o soriso, a gargalhada fácil, o amor e uma boa horade sexo. saúde para todos e para você também.

se7e/5 disse...

Breve nota justificativa.
Alguém fez um comentário no blog do se7e/5.
Esta é a resposta para todos os “suspeitos”.

Ora muito bem
Deixou-me de boca aberta com sua expressão “capacidade cognitiva”!... Sabe que a psicologia não é para todas as cabecinhas onde os processos mentais se desenvolvem por impulsos arritmados e, como tal, dependentes de raciocínios condicionados. A criatividade é posta em causa, em factor de ciência comparativa, quando se verifica uma subjugação, mais ou menos violenta, entre a percepção lúcida e a cortina cognitiva que uma mente pouco clara consegue compreender como capacidade em si mesmo. Os processos mentais são sempre abordados, no seu caso, na condição de um distúrbio pouco claro e perceptível do objectivo que não compreende, nem sua capacidade lhe permite tal compreensão de entendimento, prematuro, que lhe faculte a próxima permissão de acesso a algo mais complexo ou simples. Simplesmente não compreende os princípios do processamento de informação em que o cérebro empreende um encadeamento onde a entrada é apenas o início de toda uma computação que levará a uma saída que representa uma resposta. Não vou falar-lhe de psicologia social, do desenvolvimento, patológica ou da simples formação da personalidade, porque isso derreteria seus pobres e aflitivos escassos pares de neurónios. Solitários. Por outro lado, estando eu à espera de uma resposta de baixíssimo nível intelectual e literário, você desiludiu o se7e/5, porque perdeu muito tempo para nada dizer que satisfizesse meus leitores e, quem sabe, seus leitores. Tome atenção num pequeno detalhe em que o princípio lógico lhe pôs à disposição a razão, mas que seu pensamento pouco conhecimento pouco se manifestou ao denunciar uma pobreza tão flagrante de processos matematicamente tão básicos quanto 1+1 ser igual 0 a2. Até poderia ser 3, no entanto, tal razão ilógica não provocaria qualquer dano em seu raciocínio. Entendeu? Espero que sim. Porque eu gosto é de foder esperteza de algibeira e coirões avulso. Ainda não compreendeu? Bem isso já é um caso grave de OLIGOFRENIA e, nesse caso, deve recorrer para a UNICEF onde alguns organismos internacionais recomendam a utilização de termos como PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS em vez das vulgares expressões como IDIOTA, IMBECIL, CRETINO, BURRO (que me desculpem os burros-animais) ou RETARDADO SOCIAL.
Quanto ao seu desespero sexual, estou aqui é para ser fodido de todas as maneiras imagináveis e as que você não consegue imaginar. Na verdade, meu pilauzito é minúsculo e você iria sentir qualquer satisfação com ele enfiado onde mais desejasse. Mas, sempre podia lamber este pequeno grêlo na crista de minha pitareca rançosa.
Por último, apreciei esse trabalho a quatro mãos, mas como foi uma manifestação rasca de pura merda literária, o que me desiludiu, presumo que sentou sua bunda no teclado e esperou que o troço saísse. Mas não completamente deixando-o ficar entalado, a meio, para que pudesse teclar este seu comentário, como se o fizesse com um dedo só! Apreciei o esforço porque tenho um estômago forte. Entendeu?
Saiba que todos os “suspeitos” receberão este mail em suas caixas de comentários mas, para além de mim, você é o único culpado. Se o vão publicar? Tou nem aí. Apenas o vão ler e só depois revelarei sua identidade.

Boa sorte

se7e/5 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Daniel Savio disse...

Hua, kkk, meio que fiquei sem ação oa ler aqui...

Hua, kkk, ha, ha...

Fique com Deus, menina Nara.
Um abraço.

Eraldo Paulino disse...

Feminista inveterado que sou, amei seu post no A céu... seu blog é apaixonante também. A partir de então te sigo...

KG disse...

Odeio aquelas pessoas que dizem o que querem e depois vêm com aquela infame frase: "Desculpa, eu sou sincera!".
Se não for para ajudar, fique quieta, não? O silêncio já é uma grande ajuda...
Às vezes perdem a oportunidade de ficarem quietas!

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.