segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A falta que a falta faz

Acho que eu serei piegas e repetitiva...Mas que mania infeliz o ser humano tem de se apegar as coisas,pessoas,lugares ou objetos.Seja um familiar,um amigo,um cachorro,um chaveiro da Chiclete com Banana ou um toquinho de lápis de cor verde que te acompanha desde os cinco anos.

E acontece com todo mundo...Meu primo em sua infância tinha o “Cheirinho”,era uma fralda velha e fedorenta,pois ele não largava o pedaço de pano nem para lavar.Aquilo de alguma forma o deixava seguro.Ainda bem (ou não) que ele cresceu,agora ele prefere outros panos,ou a falta deles...

Uma professora de Biologia que tive,era apaixonadíssima por animais,em casa tinha um papagaio(Grande Lorival),um cachorro e uma gata.Em uma das aulas,a professora diz que a gata havia sumido...Resultado?O colégio se mobilizou em busca do “apego” da bióloga.E sim,o bichinho foi encontrado.

Minha grande mania são pessoas. E eu sou viciada em todas que estão ao meu redor e eu adoro reparar e me questionar a personalidade de cada um que me rodeia. Me apego a elas e dizer “até logo” se torna uma tortura!Como pingar gotas freqüentemente em minha testa (Hã?).

E é incrível a maneira como certas coisas ou pessoas tomam lugar em nossas vidas.Geralmente esses “apegos” nos lembra alguns momentos,nos dá apoio ou faz lembrar de alguém. E então nos surpreendemos guardando caixas,embalagens de chocolate,passagens de ônibus,entrada do cinema,ursos de pelúcia,entulhando lembranças .

É uma mania engraçada,sendo que na verdade, já guardamos tudo na memória(a não ser que você tenha Alzheimer),mas fica aquela vontade de pegar,agarrar as lembranças...Coisa de gente sentimentalista!

Como diz meu amigo : “Seja homem,mulher,seja homem!”

*Baseado em fatos reais*

7 comentários:

Aline disse...

rs... adorei, Narinha.

Mas sabe? tô emo hj e só qria dizer q o tempo e o espaço são coisas bacanas em nossas vidas. Pra nos livrar das peças q eles nos pregam a gente se apega a coisas. Li isso sobre cartas uma vez... sabe aqla coisa q contém o q o outro pensa e que além disse passou pelas mãos do outro? tipo, contém o DNA, rs... é isso. Todo mundo é assim, portanto, ame seus objetos msm... e seja homem, mas não muito, tá? huahuahuauha...

Del Lopes disse...

Nossa, esse seu amigo sem criatividade plagiou o Calvin, de "Eu, a Patroa e as Crianças"! Que sem vergonha! :P
P.S.: Bonito texto, Tatu! ^^

Ana Elisa disse...

Adoro o Calvin de "Eu, a patroa e as crianças"...

Mas então, apego as coisas nem sempre é bom... no meu caso é pessimo, uma maldita mensagem, mas no seu caso, é maravilhoso, não tenha medo de se apegar a pequenas coisas amiga, o importante é a felicidades que essas coisas te traz!

E o blog ta muito legal! ^^

Marcela disse...

Mas o bom desses objetos que a gnt guarda nao eh ta com eles a mao sempre. Eh realmente esquecer deles.. dxar quieto.. ai qnd pega vem as lembranças tds.. ai eh bom.. nao ficar lembrando sem parar! (sim, eu tenho caixinha d cartas da 5° serie!)

Marcelo disse...

Adorei o texto Narinha!! Me lembrou de alguns "tesouros" pessoais meus guardados tb... Mto bom!! =]

E é isso ae pequena beterraba! Seja homem!! Mostre o moreno másculo e marombado q habita dentro deste ser! \o/

Érica disse...

Menina .. amei o seu blog.

Gostei mto do texto, me identifiquei bastante. Eu tenho manias de tentar guardar um pedaço do momento que vivi com pessoas maravilhosas. Outro dia mesmo tentei enganar o tempo e voltar a oitava serie. Guardei foto de uma amiga que nao vejo a muito tempo. Mas como diz uma frase que li em algum lugar mas nao me lembro onde: "Saudade é quando o pensamento representa um capitulo.."

Dango Costa disse...

Tb me sinto assim... me dá um abraço, miga! _o_

Parabéns pelo texto! :)

Aviso

As imagens usadas neste blog são retiradas do nosso amigo Google. Caso seja uma imagem sua, peço que me comunique, assim, colocarei os direitos. Obrigada. Peço sua compreensão.